segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

CÓDIGO DO RADIOAMADOR


Primeiro: O radioamador é atencioso e ponderado… Conscientemente ele jamais usará sua estação para prejudicar a atividade dos demais colegas ou de alguma forma que possa diminuir-lhes a satisfação em operar.

Segundo: O radiamador é leal… Ele oferecerá sua lealdade, encorajamento e apoio a seus companheiros, ao seu radioclube local e à sua liga nacional, através da qual o radioamadorismo é representado.

Terceiro: O radiamador é progressista… Ele manterá sua estação no nível do conhecimento cientifíco, conservando-a bem instalada e eficiente. Sua prática operacional deverá ficar acima de qualquer censura.

Quarto: O radioamador é amistoso… Transmitir lenta e pacientemente, quando solicitado; aconselhar amigavelmente e orientar o principiante; prestar gentil assistência e colaboração; considerar e cooperar com o interesse alheio – estas são as marcas do espírito radioamadorístico.

Quinto: O radioamador é equilibrado… O rádio é seu hobby. Ele nunca permitirá que o seu passatempo interfira em quaisquer de seus deveres e obrigações domésticas, profissionais, escolares ou que tenha para sua comunidade.

Sexto: O radioamador é patriótico… A sua estação e o seu conhecimento estarão sempre disponíveis e à serviço do seu país e de sua comunidade.

* Concebido originalmente em 1928 pelo radioamador norte-americano Paul M. Segal, W9EEA, este código foi adotado como oficial, em escala mundial, por votação unânime, pela X Assembléia da IARU – Região II, realizada em 1989, em Orlando – Flórida

REFERÊNCIA: HALÁSZ, Ivan T. Handbook do radioamador, EDUSP, São Paulo, 1993.

Nenhum comentário:

Postar um comentário